Pesquisar este blog

10.16.2010

Aprenda a fazer o famoso Bife de Tira

Bife de Tira

1º - Povidencie uma picanha de boa qualidade (bem
marmorizada) pesando aproximadamente 1,2kg;


2º - Coloque a peça com a gordura voltada para
cima sobre uma boa tábua de carne, de preferência
de madeira, porque sobre superfícies muito lisas a
carne ou a faca podem escorregar e causar
acidentes além de prejudicar o corte e estragar o fio
da faca;










3º - Com uma faca bem afiada, corte a ponta do
triângulo da picanha (segure a faca com firmeza para dar direção ao corte).











4º - Em seguida, corte perpendicularmente as duas laterais da picanha, deixando
inteiro apenas o miolo da peça.












5º - Na ponta do miolo, do lado onde foi retirado o
triângulo, bem no meio, insira a faca com bastante
cuidado...











6º - ...e vá cortando bem
devagar e com firmeza para não estragar o corte
deixando-o torto. Corte até a altura da base, sem
contudo separar os pedaços.












7º - O miolo aberto ficará com a aparência de um
bife comprido. Se for necessário apare ainda a
gordura excedente (o ideal é apenas 1 dedo de
espessura) e irregularidades do miolo para dar uma
aparência mais simétrica à peça.













8º - Pincele a carne com uma fina camada de óleo
de semente de girassol (que não irá alterar o gosto
da carne e sim protegê-la do forte ressecamento
provocado pelo fogo e lhe dará uma aparência
especial depois de pronta)...











9º - ... e polvilhe com sal grosso triturado (o sal
grosso triturado não fica solto sobre a carne e
portanto não cai sobre o braseiro provocando
estouros que geralmente atingem o churrasqueiro).











10º - Leve então a carne diretamente à grelha, ou
numa parrilla (que é a minha especialidade), a uma distância de mais ou menos
20cm do braseiro durante 8 minutos de cada lado (ou até que surja sangue no lado
que está ao
contrário do fogo).











Pronto! Está à sua frente um dos cortes mais
concorridos da picanha. É só fatiá-lo verticalmente, bem
fino (tipo aperitivo), e degustá-lo ainda bem quente,
como um maná celestial como é considerado pelos
aficcionados por um bom churrasco.