Pesquisar este blog

10.27.2011

TOURNEDO ROSSINI

TOURNEDO ROSSINI




O grande compositor erudito italiano Gioacchino Rossini que tem em seu curriculum nada menos do que obras  conhecidas como  – “O Barbeiro de Sevilha”, “A Cinderela” e “Guilherme Tell”), era também conhecido como um grande gourmet e um grande apreciador de pratos requintados, e foi ele quem criou o sofisticado prato “Tournedos Rossini”, que até hoje consta no cardápio da Cozinha Internacional e voce pode encontra-lo nos melhores restaurantes do mundo. Servido originalmente no Café Anglais, localizado no Boulevard des Italiens, em Paris, o prato é composto por um medalhão de filé coberto por uma camada de foie gras etrufas laminadas hoje já sendo feito com algumas variações, mas nunca fugindo muito do seu tradicional, então segue para os apreciadores de carne a receita abaixo.




Ingredientes:

4 tournedos de filé de 120g cada um
4 fatias de pão de forma 
150g de manteiga
4 fatias de figado de ganso
2 colheres de sopa de azeite extra virgem
12 fatias de trufas pretas  ( ou shitake )
sal
pimenta do reino




Para o Molho

3 colheres de sopa de vinho Madeira ( ou Porto seco )
1 colher de sopa rasa de amido de milho
200ml de caldo de galinha
sal




Modo de Preparo:

Corte as fatias de pão com um cortador de massas redondo 1cm maior que a circuferencia dos filés. Doure-as em 50g de manteiga de ambos os lados e reserve.
Numa frigideira antiaderente, salteie o figado de ganso em 50g de manteiga, dourando os dois lados, e reserve em local aquecido. Na mesma frigideira, acrescente 2 colheres de sopa de azeite e a manteiga restante, cozinhando os filés em fogo alto, 2 minutos de cada lado, de modo que fiquem malpassados. 



Tempere com sal e pimenta e coloque cada um sobre uma fatia de pão tostado. Salteie os cogumelos ( shitake) no suco do cozimento da carne. Coloque sobre os filés, 1 fatia de figado de ganso e os cogumelos.
Sempre na mesma frigideira, deglace o fundo com 2 colheres de sopa de vinho, acrescente o caldo de galinha e deixe ferver. Engrosse o molho com o amido de milho dissolvido no vinho restante e tempere com uma pitada de sal. Misture bem, passe o molho no coador de despeje-o sobre a carne.


Dica de Vinho:

Acompanhe este prato com um tinto bem encorpado e envelhecido, de uva nebbiolo ou carbenet sauvignon.



2 comentários:

Guloso e Saudável disse...

Grande criador na música e na cozinha, e em ambas criações deliciosas para a alma e para o corpo.
Abraço

marie poirier disse...

Ok!! concooordo
ROSSINI..genial na Música e na Gas
tronomia!
Nham!