Pesquisar este blog

11.02.2011

Hamantaschen esta delicia da culinaria judaica...

Hamantaschen

O nome deste doce tem sua origem discutida. Alguns defendem que vem simplesmente do chapéu de Haman. Outros dizem que o nome vem de Tash Kocho (que a força de Haman enfraqueça). Outra teoria afirma que o termo tem algo a ver com Muntasche, ou seja, saco de papoulas. As sementes de papoula são uma homenagem à rainha Esther, que sobreviveu somente com sementes quando quebrou seu jejum, na noite enquanto rezava para D-us para repelir a sentença ditada por Haman.



Ingredientes

Recheio

1 xícara de semente de papoula

1/2 xícara de leite

1/2 xícara de noz moída

1 xícara de uva passa sem caroço

2 colheres (sopa) de manteiga

2 colheres (sopa) de mel

1/4 de xícara de açúcar de confeiteiro

1/2 colher (chá) de baunilha

raspas de 1 limão



Massa

3 xícaras de farinha de trigo

1/2 xícara de óleo

1 colher (chá) de baunilha

2/3 de xícara de açúcar de confeiteiro

1 1/2 colher (chá) de fermento em pó

casca ralada de 1/2 laranja

2 ovos para pincelar



Preparo

Recheio: bata a semente de papoula e o leite no liquidificador até obter uma pasta. Numa panela, junte a noz, a uva passa, a manteiga, o mel e o açúcar e deixe cozinhar por 5 minutos. Se for necessário, junte um pouco mais de açúcar. Retire do fogo e acrescente a baunilha e as raspas de limão. Deixe esfriar.



Massa: misture todos os ingredientes numa vasilha e amasse bem. Abra a massa sobre uma superfície enfarinhada até obter uma camada de cerca de 6 mm de espessura. 



Corte círculos de 7 cm de diâmetro, coloque um pouco de recheio no centro de cada círculo e junte as bordas apertando com firmeza e formando semicírculos. Pincele com o ovo, arrume em assadeiras untadas e asse em forno preaquecido médio (180°C) por 30 minutos. Deixe esfriar e sirva.


Um comentário:

Aycan disse...

Süperrrr görünüyorrr.