Pesquisar este blog

8.19.2011

Falafel o tradicional Bolinho de Grão de Bico Cozinha Árabe


Ingredientes para 12 bolinhos
1/2 xícara de chá de grão-de-bico - 1/2 xícara de chá de fava seca - 1/2 xícara de chá de trigo para quibe - 2 colheres de sopa de pimentão, vermelho ou verde, picado miúdo - 2 colheres de sopa de cebola picada miúdo - 2 dentes médios de alho, amassados - 2 colheres de sopa de salsa picada - 1 colher de sopa de zaatar - 2 colheres de sopa de farinha de trigo - sal a gosto - óleo para fritar
Tempo de preparação: 1 h


Modo de fazer: Coloque o grão-de-bico e a fava de molho de véspera. No dia seguinte, lave o trigo para quibe e deixe de molho em água morna por 30 min.


Escorra o grão-de-bico e a fava e moa no processador ou no moedor de carne. Esprema o trigo e misture ao grão-de-bico e à fava. Adicione os demais ingredientes. Se for necessário, acrescente mais farinha para dar liga. Molde 12 bolinhos achatados. Frite em óleo quente até ficarem dourados e cozidos por dentro. Sirva quente ou frio, acompanhado de molho taratur e conservas de pepino, de nabo e de couve-flor.


Molho taratur:
4 colheres de sopa de tahine (pasta de gergelim) - 3 dentes pequenos de alho, amassados - suco de 1/2 limão - 1 copo de 200 ml de água fria - sal e pimenta-do-reino a gosto




 Preparo do molho taratur: misture o tahine, o alho, o suco de limão, batendo sempre (pode ser no liquidificador). Acrescente a água até ficar um molho claro. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto





Mussaká - Torta de carne moída com batata - Prato tradicional Grego


Ingredientes para 6 a 8 pessoas
400 g de carne moída - 1 cebola média bem picada - 2 dentes de alho picados - 1/2 kg de polpa de tomate - 1/2 xícara de chá de salsa picada - 1/2 xícara de café de molho inglês - 1 pitada de canela em pó - 4 batatas grandes - 4 abobrinhas médias - 2 berinjelas grandes - sal e pimenta-do-reino - 1 litro de óleo para fritar - 5 colheres de sopa mais 1/2 kg de farinha de trigo - 1 litro de leite integral - 3 gemas - 1 pacote (100 g) de queijo parmesão ralado
Tempo de preparação: 3 h


Modo de fazer: Com a carne, a cebola, o alho, a polpa de tomate e a salsa prepare um Molho à bolonhesa. Acrescente o molho inglês e a canela, misture bem e reserve. Descasque as batatas e corte em fatias finas e largas; faça o mesmo com as abobrinhas e berinjelas.


Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Aqueça o óleo e frite primeiro a batata; coloque sobre papel absorvente para retirar o excesso de gordura e arrume as fatias lado a lado no fundo de uma assadeira alta. Em seguida, frite a abobrinha, passando antes as fatias na farinha de trigo. Escorra bem no papel e forme uma camada sobre a batata.


Por último, frite a berinjela, mas não muito, depois de passá-la pela farinha de trigo. Escorra muito bem e faça com ela uma terceira camada, sobre a abobrinha. (Observe o óleo da fritura na frigideira, repondo quando necessário e eliminando resíduos de farinha; não frite demais os legumes, pois irão ao forno). Espalhe o molho de carne por cima das camadas de legumes e reserve.


Prepare o molho branco (bechamel): polvilhe aos poucos 1/2 kg de farinha de trigo no leite, misturando bem para não formar grumos. Leve ao fogo baixo. Junte as gemas, depois de passá-las por uma peneira, 1 pitada de sal e um pouco de queijo ralado; sempre em fogo baixo, mexa até engrossar bem. Despeje o molho branco na assadeira, espalhando cuidadosamente com uma colher de pau. Polvilhe por cima o queijo ralado restante e leve para assar em forno médio, preaquecido, até gratinar. Para servir, corte em quadrados e retire-os com uma espátula para não desmontar as camadas. Acompanhe com um bom vinho tinto.










Inari-Sushi



O inari-sushi é outro prato típico para piqueniques. Ele leva abura-age, um tipo de tofu frito ideal para o recheio, que deve ser preparado enquanto o arroz estiver cozinhando (ou um pouco antes). O arroz precisa estar quente para ser embrulhado no tofu.




Ingredientes

6 folhas de tofu frito (abura-age)

200 ml/ 1 xícara de caldo de kombu e bonito ou dashi instantâneo

3 colheres de sopa de açúcar

37,5 ml/ 7 1/2 colheres de chá de molho de soja

30 ml/ 2 colheres de sopa de saquê ou vinho branco seco

30 ml/ 2 colheres de sopa de mirin

um pouco de vinagre de arroz

gari (conserva de gengibre) para enfeitar






Para o arroz

240 g/ 1 1/8 xícara de arroz japonês

15 ml/ 1 colher de sopa de saquê






Para o vinagre sushi

30 ml/ 2 colheres de sopa de vinagre de arroz

1 colher de sopa de açúcar

1/2 colher de chá de sal






Para 12 unidades

Coloque uma folha de tofu frito sobre uma tábua. Com a ajuda do hashi enrole o tofu, pois assim ele abrirá facilmente ao ser cozido. Ferva água numa panela grande e deixe o tofu cozinhar até sair o excesso de gordura. Escoe e esprema. Corte as folhas de tofu ao meio, pela largura, e com uma faca corte 12 pedaços para fazer saquinhos. Cozinhe o caldo, o açúcar, o molho de soja, o saquê ou vinho, o mirin e o vinagre de arroz. Adicione o tofu, cubra com papel-alumínio dobrado e deixe cozinhar até quase todo esse caldo evaporar, pressionando o papel de vez em quando para tirar o caldo que possivelmente entrou no tofu e para não deixar que os saquinhos inchem. Escoe e deixe esfriar. Aqueça os ingredientes para o vinagre sushi e deixe esfriar. Cozinhe o arroz e substitua 1 colher de sopa da água medida (15 ml), pelo saquê. Adicione o vinagre sushi e mexa bem com uma espátula. Divida o arroz entre os saquinhos de tofu e feche bem. Coloque os saquinhos de tofu num prato, com a emenda voltada para baixo, e sirva enfeitado com gari









Samosa Ou Pastel De Forno Indiano


Ingredientes
3 xícaras de chá de farinha de trigo comum
1 tablete de fermento Fleichmann ou 1 colher de pó Royal
1 gema
sal a gosto
2 colheres de sopa de manteiga clarificada








Preparo
Dissolva o fermento em meia xícara de água morna. Junte no meio da farinha já colocada em monte sobre uma mesa de mármore enfarinhada e vã amassando com as mãos. Ponha a gema, o sal, a manteiga e vá amassando e colocando mais água morna, até ficar no ponto de massa de pastel. Cubra com um pano de prato bem limpo e deixe descansar por 1 hora. Enquanto isso, faça o recheio que quiser. Pode ser de espinafre refogadinho, bertalha, coalhada seca, legumes diversos ou carne moída e refogadinha com todos os temperos. Passada 1 hora, abra os pastéis com um rolo de massa ou mesmo na palma das mãos. Recheie cada um e feche em triângulo com as pontas viradas para dentro. Vá arrumando em um tabuleiro levemente untado de óleo e leve para assar em forno quente até ficarem dourados. Pode ser comido frio ou quente.





Bananas Samosa Ou Pastel De Nata À Benáres

Ingredientes
1 copo bem cheio de nata
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de chá de fermento Royal
1 gema
1 colher de chá de sal
1 1/2 xícara de farinha de trigo
1 gema para pincelar






Preparo
Ponha a nata numa vasilha grande, junte 1 gema, o sal, o fermento, a manteiga e a farinha. Amasse até unir e soltar das mãos. Abra com rolo sobre a mesa enfarinhada. Corte com a boca de um copo e recheie como quiser. Dobre as pontas. Pincele com a outra gema e asse em tabuleiro.










Huevos a La Flamenca - Ovos à moda flamenca

Tão colorido quanto as roupas dos bailarinos flamencos, estes ovos assados estendidos sobre um leito de tomates e guarnecidos com lingüiça, ervilhas, vagem, pimentão e aspargos são uma excelente idéia para um jantar. Retire a comida do forno enquanto os ovos ainda estiverem ligeiramente moles; eles continuarão cozinhando nas cazuelas.


2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 dente de alho picado
1 cebola média, picada fino
120 g de presunto cozido, cortado em fatias de 3-4 mm de espessura e em dados
120 g de lingüiça cortada em pedaços de 2,5 cm
700 g de tomates frescos bem picados
1/2 colher de chá de páprica
6 colheres de sopa de vinho branco seco
1 colher de sopa de salsa picada
Sal e pimenta-do-reino moída na hora
8 ovos grandes
8 hastes de aspargos cozidos
1/2 xícara de chá de ervilhas cozidas
1 pimentão, de preferência assado, cortado em tiras


Esquente o azeite numa frigideira e refogue o alho e a cebola em fogo médio-alto até a cebola murchar. Junte o presunto e a lingüiça e refogue por mais 1 min. Retire a lingüiça com uma escumadeira e reserve. Acrescente o tomate, a páprica, o vinho, a salsa e tempere com sal e 
pimenta-do-reino. Tampe e cozinhe a mistura em fogo baixo por 15 min.


Preaqueça o forno a 232°C. Distribua o molho de tomate em 4 combucas de uns 15 cm, e adicione o feijão. Delicadamente, deixe escorregar 2 ovos dentro de cada combuca e arrume a lingüiça, o aspargo, a ervilha e o pimentão por cima. Leve ao forno por uns 5 min ou enquanto os ovos ainda estiverem moles. Verifique isso aos 4 min. Sirva nas combucas.










Challah o Pão trançado judaico que é cercado de rituais e simbolismos

Challah o tradicional pão trançado judaico. O modo de trançar é o segredo da challah. O pão judaico, que se pronuncia "ralá", é consumido durante cerimônia realizada no dia do descanso semanal sagrado, às sextas-feiras, após o pôr-do-sol.



A culinária judaica é assim, sempre acompanhada de rituais. Não se deve, por exemplo, misturar leite e carne. Essa tradição é baseada na lei de Moisés que diz: "não comer o bezerro no leite da mãe".
Também só podem ser consumidos animais de quatro patas e que tenham casco fendido. Acredita-se que o casco que o separa da terra demonstra que sua ligação com o chão onde pisa não é demasiada. Assim, gados e carneiros estão liberados para os judeus.


O leite não faz parte dos ingredientes, pois isso impediria o consumo com carnes, servidas nas cerimônias do Shabat. "A challah é um pão simbólico do povo judeu que consumimos na sexta-feira, à noite, durante o Shabat. É uma cerimônia religiosa que marca o final da semana e o início do dia do descanso. Na Bíblia, conta-se que Deus fez o mundo em seis dias e no sétimo ele descansou"
O ritual começa com as velas, que devem ser acesas pelas mulheres. No jantar, o pão deve ser cortado com as mãos e distribuído entre os presentes.


2 colheres de café de fermento em pó - 1 xícara de chá de água morna - 4 ovos batidos - 6 colheres de sopa de óleo - 1 colher de sopa de açúcar - 2 colheres de chá de sal - 4 a 5 xícaras de chá de farinha de trigo - manteiga para untar - 1 ovo batido para pincelar


Modo de fazer: Numa tigela funda, dissolva o fermento na água morna. Deixe descansar por 5 min. Misture em seguida os ovos, o óleo, o açúcar e o sal. Acrescente a farinha aos poucos, mexendo bem até obter uma massa consistente e uniforme. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada e, com as mãos também enfarinhadas, amasse bem por 5 min. Deixe descansar em local protegido até dobrar de tamanho. Divida a massa em 3 partes iguais e enrole formando 3 rolos. Com cada rolo faça uma trança. Coloque as tranças numa assadeira untada e enfarinhada. Pincele com o ovo batido. Leve para assar em forno quente (375°C), preaquecido, por mais ou menos 45 min, ou até ficarem douradas.


O pão de Shabat é, talvez, a única receita que se encontra em todo lar judaico de qualquer lugar do mundo.









Soufflé au Chocolat - Suflê de chocolate


O suflê é o ponto alto da culinária francesa, e este, especialmente, é uma maneira fantástica de encerrar uma refeição bem preparada. Se você quiser sofisticá-lo ainda mais, sirva-o com creme chantili ou com um molho quente de chocolate.


1/2 xícara de chá de açúcar cristal
1/4 de xícara de chá de farinha de trigo
1 xícara de chá de leite
1 colher de sopa de manteiga
4 gemas
1 colher de café de essência de baunilha
1 tablete de 200 g de chocolate meio amargo, picado
6 claras
Açúcar de confeiteiro para polvilhar




Preaqueça o forno a 205ºC. Unte uma tigela de suflê e polvilhe-a com o açúcar de confeiteiro. Retire o excesso, sacudindo a tigela. Forre-a com uma tira de papel-manteiga untado com manteiga e açúcar até ultrapassar uns 5 cm a borda da vasilha.
Numa outra tigela, misture 1/4 de xícara de chá de açúcar cristal, a farinha de trigo e 1/3 de xícara de leite. Esquente o leite restante e despeje-o na tigela, mexendo, até obter uma mistura lisa. Ponha-a para ferver numa panela e cozinhe, sempre mexendo, por 3 min. Tire-a do fogo e acrescente a manteiga, depois as gemas, uma a uma, a baunilha e o chocolate picado. Mexa até derretê-lo totalmente.



Bata as claras em neve, junte o açúcar restante, aos poucos, e incorpore-a delicadamente à mistura de chocolate.
Ponha o suflê na tigela refratária preparada e leve-a ao forno, reduzindo imediatamente a temperatura para 191ºC. Asse-o por 34 a 40 min ou até crescer. Polvilhe-o com o açúcar de confeiteiro e sirva em seguida.







Buñuelos de Viento - Bolinhos de vento


Bolinhos de vento
Estes "sonhos" espanhóis também são tradicionais e encontram-se em toda confeitaria, além de serem típicos em festas populares. Os bolinhos devem ser passados no açúcar e servidos logo depois de feitos ou pouco tempo após.


1/2 xícara de chã de água
1/2 xícara de chá de leite
5 colheres de sopa de azeite + óleo
vegetal para a fritura
1/4 de colher de chá de sal
1/4 de colher de chá de casca de limão ralada
1 xícara de chã de farinha de trigo
4 ovos grandes
Açúcar de confeiteiro para polvilhar


Coloque numa panela a água, leite, 5 colheres de sopa de azeite, sal e casca de limão e deixe ferver. Acrescente a farinha toda de uma vez, abaixe o fogo e mexa vigorosamente com uma colher de pau, até a massa desgrudar da panela e formar uma bola macia. Cozinhe, virando a massa freqüentemente, por 2 a 3 min. Retire do fogo e deixe esfriar ligeiramente.
Num processador de alimentos, bata a massa por 20 segundos. Junte os ovos e bata por mais 30 segundos. Numa frigideira grande, coloque uns 2,5 cm de óleo vegetal e deixe esquentar bem. Pingue a massa dentro do óleo, com o auxílio de duas colheres de sobremesa. A massa deve inchar, formando frituras arredondadas, douradas por fora e ocas por dentro. Com uma escumadeira, retire os bolinhos e ponha-os numa travessa com papel absorvente, para escorrer e esfriar.



Se quiser, pode servi-los com uma calda: numa panela, misture 1/2 xícara de chá de água, 1/2 xícara de chá de mel, 1 xícara de chá de açúcar, 1 colher de sopa de suco de limão. Mantenha em fogo baixo, mexendo, por 15 min. Despeje a calda sobre os bolinhos e polvilhe com canela em pó.